News

Está aqui

ACO instala tanques de águas pluviais Stormbrixx no Aeroporto de Lisboa

03/10/2018
Uma infraestrutura aeroportuária em pleno rendimento com perspetivas de crescimento em superfície e atividade como o Aeroporto de Lisboa, e com particularidades hidráulicas concretas dada a proximidade com o rio Tejo, deve contar com sistemas de retenção, infiltração e atenuação das águas pluviais que impeçam o colapso da rede de drenagem existente. Para evitar que esta situação aconteça, foi decidido reforçar as infraestruturas de evacuação de águas pluviais com tanques de águas pluviais Stormbrixx da ACO.
ACO en el Aeropuerto de Lisboa - Stormbrixx

O Aeroporto de Lisboa é um dos maiores do sul da Europa com um volume de tráfego total de 26 700 000 viajantes em 2017. Atualmente, está a ser alvo de um projeto de ampliação, enquanto se atualizam as suas infraestruturas existentes. Entre as ações de melhoria, foi necessário o reforço e a reabilitação do sistema de canalização de águas pluviais. Os técnicos tinham notado certas dificuldades existentes no sistema de drenagem pluvial para os caudais atuais, pelo que era necessário elaborar um novo plano de gestão e de retenção pontual da água para melhorar o desempenho hidráulico da rede de saneamento. Com uma particularidade: manter a tubagem e os sistemas de recolha existentes.

Ainda que inicialmente tenham equacionado a instalação de tanques de águas pluviais de betão, optaram em última análise por instalar os inovadores tanques Stormbrixx da ACO, de polipropileno, porque permitem garantir uma capacidade de retenção de 1580 m3 de água, uma rápida instalação em obra com uma importante poupança económica e a preservação da funcionalidade da infraestrutura aeroportuária. Esta decisão irá permitir que, em situações pontuais de precipitação muito intensa, se possam reconduzir os afluentes e armazenar e reter grandes volumes de água, que serão evacuados pouco a pouco para a rede de drenagem do aeroporto.

 

Stormbrixx: um sistema urbano de drenagem sustentável

Os tanques de águas pluviais «Stormbrixx» são um tipo de produto S.U.D.S, ou seja, um sistema urbano de drenagem sustentável. Têm por objetivo principal reter a água pluvial recolhida por canais para posteriormente descarregá-la, de forma controlada, na rede de drenagem. Os elementos base do sistema «Stormbrixx» são peças de 1200 x 600 x 342 mm fabricadas em polipropileno e com oito meias-colunas cada. As colunas unem-se entre si através de um clipe integrado na união. Ao unir as peças de forma alternada entre si, é criado um tanque de águas pluviais no qual todas as peças estão entrelaçadas, formando um bloco único. Neste bloco, os pilares ficam alinhados uns por cima dos outros, pelo que as cargas são transferidas diretamente para o terreno. Na extremidade exterior do sistema, são colocadas as paredes laterais e as tampas superiores que cobrem as aberturas dos pilares. O resultado é uma superfície homogénea de alta resistência.

O sistema Strombrix é usado como elemento de infiltração ou atenuação. No primeiro caso, a água pluvial é reintroduzida gradualmente no terreno, alimentando os aquíferos de forma natural, reduzindo-se assim a carga na rede de drenagem e nas estações de tratamento. Em caso de atenuação, é possível aproveitar os espaços transitáveis para mitigar os picos de precipitação, evitando sobrecarregar a rede de saneamento. Isto permite otimizar sistemas de bombagem e poupar em coletores.

A sua fácil construção modular permite obter soluções com uma excelente resistência estrutural que se adaptam às dimensões existentes na obra. O seu design com grandes colunas confere-lhe uma enorme robustez e, por sua vez, permite uma inspeção completa do sistema. Dado que as peças podem ser empilhadas umas em cima das outras, as despesas de transporte são otimizadas e diminui-se o espaço necessário para armazenagem no estaleiro da obra. Além disso, as peças ao irem montadas entre si permitem obter um conjunto homogéneo e sólido que funciona como um bloco único. A sua rápida montagem agiliza o tempo de instalação e reduz as despesas totais da obra.

ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx
ACO Aeroporto de Lisboa - Stormbrixx

Ficha Técnica

Obra: Aeroporto de Lisboa.

Cliente: ANA.

Construtora: Alves Ribeiro.

Solução ACO: Tanques de águas pluviais Stormbrixx