Actualidade

Tratamento de águas residuais com ACO Clara

01/02/2021
A ACO conta com um sistema de tratamento de águas residuais para uso doméstico ou em empreendimentos turísticos: ACO CLARA. Consiste numa estação de tratamento enterrada que combina uma parte de pré-tratamento mecânico e um compartimento biológico.

As águas residuais que são produzidas em ambientes domésticos ou turísticos podem ser geridas por sistemas de tratamento e tecnologia eficazes que permitam controlar que o nosso ambiente não seja prejudicado pela descarga de água em más condições na rede de saneamento. Uma estação de tratamento de águas residuais tem a função básica de recolher as águas residuais num ambiente residencial, mediante determinados tratamentos e processos mecânicos e biológicos, devolver essas aguas à rede de saneamento o menos contaminadas possível e evitar assim a deterioração do nosso ecossistema.

Como funciona a ACO Clara?

A estação de tratamento de águas residuais ACO Clara é composta por uma parte de pré-tratamento mecânico e um compartimento biológico.

A parte de pré-tratamento mecânico conta com um tanque de sedimentação com uma área de buffer de grande volume. As águas residuais introduzem-se dentro desta unidade através da tubagem de admissão e flui dentro da área de buffer, do buffer comum e do tanque de armazenamento. As partículas sedimentáveis depositam-se no fundo do tanque e as partículas flutuantes são capturadas por uma camada de espuma, impedindo que a bomba das águas residuais bloqueiem. Nesta fase, onde também são regulados os picos hidráulicos para aumentar consideravelmente a eficiência de purificação que ocorre depois.

A água pré-tratada é bombeada para um caudal uniforme da zona de buffer para a parte biológica da estação. Este compartimento é composto por um tanque de ativação e um tanque de sedimentação integrado. A água vai do tanque de ativação ao tanque de sedimentação final, e é ali que a água é separada dos lodos ativos através da gravidade.

A água tratada flui fora da estação de tratamento de águas residuais através das condutas de evacuação, enquanto que os lodos ativos se precipitam para o fundo do tanque de sedimentação final para serem bombeados como lodo de retorno e parcialmente para um tanque de armazenamento e sedimentação final. O lodo pode repousar neste depósito até150 dias.

O bombeamento das águas residuais, retorno e lodo excedente efetua-se através de aerobombas resistentes a obstruções, assegurando um processo de purificação uniforme e por isso obtêm uma eficiência estável de purificação.

Prestações e eficiência de purificação

A estação de tratamento de águas residuais ACO Clara foi concebida para a purificação biológica completa de águas residuais domésticas, pelo que pode ser instalada em casas unifamiliares, de hóspedes ou pequenos hotéis. De acordo com as características da edificação, existem diferentes formatos e capacidades. Para obras mais complexas, como hotéis da costa ou de montanha, resorts, acampamentos de verão ou ainda escolas, existe a estação ACO Clara Season que contempla as diferenças nas cargas hidráulicas e biológicas durante o ano.

A estação de tratamento de águas residuais ACO Clara foi concebida como um tanque autoportante de plástico e betão para a sua instalação numa cama de terra sem revestimento de betão até à profundidade da tubagem de entrada de 4 m. Umas características que facilitam a sua instalação. Podem ser enterradas sobre superfícies que admitam até uma classe de carga D400. A manutenção e consumo energético são  mínimos e as tampas acessórias visíveis no piso têm um fecho hermético à prova de odores com um elegante design.

As estações de tratamento de águas residuais ACO Clara cumprem todos os requisitos da EN 12566-3, mediante certificação. Os testes de eficiência de purificação são efetuados mediante testes num laboratório acreditado de acordo com a norma EN 12566-3: BOD5: 6.7 mg/l · COD: 59.6 mg/l TSS: 6.1 mg/l · N-NH4: 2.0 mg/l.